Gestão de Pessoas na Prevenção da Síndrome de Burnout em Profissionais de Saúde

Fabíola Köche Trindade, Edna Márcia Grahl Brandalize Slob

Resumo


O termo burnout, que vem do inglês, traduz-se em “queimar até a exaustão”, indicando o colapso que sobrevêm após a utilização de toda a energia física e emocional disponível, proveniente de um processo de estresse ocupacional crônico. A partir de 1974, através de Freudenberger, o termo tornou-se mais conhecido passando a disseminar-se por todo o mundo, sendo tema de inúmeros artigos científicos, livros e de apresentações em congressos de psicologia, psiquiatria e educação médica. No entanto, pouco conhecido nos locais favoráveis ao seu desenvolvimento, como as instituições de saúde, onde acomete muitos profissionais. O presente estudo compreende uma revisão bibliográfica, realizada como base na análise e interpretação de livros, artigos, teses e dissertações, para subsidiar a compreensão sobre o assunto com o objetivo de alertar os gestores de serviços de saúde sobre a necessidade do conhecimento e prevenção da Síndrome do esgotamento profissional devido às conseqüências nocivas em nível individual e organizacional, desenvolvendo atitudes que permitam aos colaboradores continuar prazerosamente suas atividades. Tudo isso visando um clima organizacional equilibrado e consequentemente um atendimento mais humanizado.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.